sábado, 24 de fevereiro de 2018

TRANSFIGURAÇÃO


Jesus conviveu com seus discípulos durante três anos, morava com eles, caminhava com eles, comiam com eles, o viam pregando, curando, andando sobre as águas, acalmando os ventos, isso os animava, mas quando Jesus fala da cruz e do caminho do sacrifício e renúncia que devem seguir para alcançar o Céu, ai ele ficam muito atrapalhados. Era muito difícil para eles aceitar que para seguir Jesus é necessário carregar a nossa cruz dia a dia. 

Jesus, sabendo dessa dificuldade chamou João, Tiago e Pedro e levou-os para o monte Tabor, e lá revelou sua divindade. 

Mostrando aos discípulos oque acontecera depois da morte na cruz. Mostrando que a morte não é o fim, mas o começo de uma nova vida, uma vida bela e feliz. 

Pedro gostou tanto sugeriu fazer três tendas para ficar por lá. Claro que quem tem a felicidade de experimentar o céu, quer ficar lá. Quantos de nós quando estamos fazendo um retiro desejamos que nunca termine. 

Mas para chegar lá, primeiro, precisamos passar por essa vida, carregar a nossa cruz e seguir o bom Senhor sendo fiel até o fim. 

Jesus desceu do monte com os discípulos para ensiná-los a caminhar na vida. Jesus também está conosco para nos ajudar a vencer o medo e a indecisão, e principalmente o pecado que nos desfigura. 

Existem tantas coisas que nos desfigura, o cansaço, o desanimo, a frustação, a gula, a ira, as mágoas, a preguiça, a vaidade o orgulho pai de todos os pecados, e a tristeza filha predileta de satanás. 

Por isso precisamos estar com Jesus na oração, estar com Jesus na Eucaristia, estar com Jesus na penitência. A nossa busca por Jesus, nos transfigura; nos liberta dos efeitos do pecado e devolve a nossa beleza diante de Deus, fazendo resplandecer em nós a luz da bondade, da paciência, da temperança e de todas as virtudes. 

Queridos irmãos e irmãs, vamos nos transformar neste tempo de quaresma pela oração, pela caridade e penitência. Quaresma é tempo de graça e conversão, no qual a Igreja nos convida a refletirmos sobre nós mesmos, e insiste que é preciso haver transformação. 

São Carlos de Foucauld, antes de ser padre era cartografo, e viajou pelo Norte da África fazendo mapas, convivendo com anos com radicais muçulmanos, voltou a Paris cheio de duvidas de fé. Procurou o padre, querendo resolver umas dúvidas de fé. O padre levou-o para a sala de atendimento, os dois se sentaram e o padre foi logo perguntando: “Quanto tempo faz que você não se confessa?” O rapaz respondeu: “Não é isso, padre, o meu problema são dúvidas de fé!” “Sim, respondeu o padre, mas eu gostaria que você antes se confessasse. Depois a gente conversa sobre a fé”. 

Ele se confessou, e imediatamente o levou para o sacrário e lhe deu a comunhão. Depois o padre lhe disse: “Agora vamos pode apresentar as suas dúvidas”. Carlos respondeu: “Não tenho mais dúvidas”. “Diante de um Deus de amor não encontro outro sentido na minha vida do que dedicar a minha vida a ele.” 

Vamos deixar Jesus falar forte dentro de nós. Vamos pedir com fé para Jesus nos ensinar a transformar nossa vida, nos dando coragem e entusiasmo para sermos seus discípulos.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

TENTAÇÕES


Se até nosso Senhor sofreu tentações, quem de nós estará livre delas? Inclusive na oração do Pai Nosso, o Senhor nos ensina a pedir NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO, mas livrai-nos do mal. Vemos que ele não nos ensina a pedir livrai-nos das tentações, porque realmente ninguém passa por essa vida sem sofrer constantemente tentações. 

De fato todos são tentados todos os dias, mas tentação não é pecado, tanto que mesmo nosso Senhor as sofreu, pecado é cair em tentação. 

Estejamos sempre vigilantes, porque o Diabo sabe qual a nossa fraqueza, sabe muito bem do que mais gostamos e nos oferece de bandeja. 

Basta você começar uma dieta e você recebe o convite para uma festa, basta você fazer um bom propósito, hoje não quero perder a serenidade, e logo alguém fica te provocando, hoje não quero falar de ninguém e logo aparece aquela criatura mexeriqueira bem na tua porta. 

Mas atenção, o diabo sempre oferece aquilo que ele não pode dar, e se te der alguma coisa cobra algo muito caro em troca. 

Quantas vezes pesamos só uma mentirinha para não se incomodar e quando vemos estamos nos enrolando cada vez mais. Ou quando buscamos a solução rápida mesmo que não seja a mais correta, para se ver livre de um problema, e nem percebemos que estamos armando uma armadilha para nós mesmo logo mais a frente. 

Ou coisas do tipo, os fins justificam os meios, nunca isso será verdade. Se quiser fazer o bem faça pelo caminho reto, não existe mal menor. 

Fazendo o certo vai dar certo, fazendo o errado nunca vai dar certo. 

O caminho reto leva a Deus, não é o mais fácil nem o mais rápido, mas é o que leva a Deus. 

As tentações, são as armadilhas que o diabo usa para nos tirar do caminho reto, ele sobra no nosso ouvido: 

- só dessa vez / ninguém vai ficar sabendo / que mal tem / afinal você merece, já se sacrificou tanto / deixa de ser bobo todo mundo faz / pensa mais em ti... 

E por ai vai, sempre incentivando o nosso egoísmo, a indiferença, o orgulho e a autossuficiência. 

A boa notícia: você pode vencer a tentação! 

Com a ajuda de Jesus, você pode aprender a resistir à tentação e a viver livre do pecado. 

A Bíblia diz que Deus nunca dá tentações que são impossíveis de resistir. Ele sempre oferece uma saída (I Cor 10,13). Resistir à tentação pode ser muito difícil às vezes, mas não é impossível. 

Quando nos arrependemos de nosso pecado, e cremos em Jesus, ele vai lhe ajudar a vencer a tentação. 

Esses são 6 conselhos práticos da Bíblia para resistir à tentação: 

1. Ler, conhecer e meditar a Bíblia. 
Quando Jesus foi tentado no deserto, ele usou as Escrituras para silenciar o diabo. A cada tentação o Senhor respondia citando as escritura. 

- Se és filho de Deus, manda que essas pedras se tornem em pão, - Jesus responde – A ESCRITURA DIZ – nem só de pão vive o homem mas de tudo que sai da boca de Deus... 

2. Oração 
Não há problema nenhum em admitir que seja fraco e precisa de ajuda! Quem pede recebe nos ensina o Senhor. Pedi socorro a Deus. Esses dias falei com uma pessoa que sofria de obesidade, e não conseguia emagrecer, - você já pediu isso a Deus – mas eu posso pedir isso – sim você pode pedir tudo a Deus. 

3. Resistir 
A Bíblia diz que quando você resiste ao diabo, ele foge (Tg 4,7). Quando vem o pensamento ou a situação de tentação, diga “não!” 

Quando alguém me oferece uma bebida, eu só digo não eu não bebo mais, e pronto, não me oferecem mais. 

4. Fugir 
Evite pessoas, lugares e ocasiões que te levam ao pecado. Se eu quero emagrecer não vou passear na padaria, se eu quero mais tempo para oração desligo a tv, se uma pessoa me tira a serenidade, procura evitar. Simples assim. 

5. Ser radical 
Se você tem alguma coisa que lhe tenta, livre-se dela. Essa coisa poderá ser uma revista, um computador, um doce,... Seja radical e use sua criatividade; tire a tentação de sua vida. 

6. Não desistir 
Ninguém é perfeito. Por vezes você vai cair em tentação e pecar. Mas não desista! Confesse peça perdão a Deus. Deus sempre perdoa quem se arrepende (I Jo 1,9). 

Vencer a tentação pode levar tempo e esforço. Nem sempre é fácil mas Deus recompensa quem não desiste. A sagrada escritura no diz, quem perseverar até o fim será salvo.
Related Posts with Thumbnails