sexta-feira, 9 de junho de 2017

TRINDADE - DEUS É MISTÉRIO

Deus é mistério! Infelizmente muitos querem entender Deus. Não devemos ir por esse caminho, pois nos surgirão dúvidas de fé. Como pode um Deus tão grande caber numa cabecinha tão pequenininha como a minha? 

De fato a nossa religião é cheia de mistérios: A Trindade, a Concepção Virginal, A Imaculada Conceição, a Transfiguração, a Transubstanciação... 

Os mistérios não são para serem entendidos, mas para serem adorados. 

Jesus ensinava por parábolas e no final acrescentava: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. É claro que todos ali tinham até dois ouvidos. Mas Jesus estava falando dos ouvidos da fé. Quando temos fé, ouvimos e adoramos.

Hoje somos convidados a adorar a santíssima trindade, uma comunidade que vive em perfeita comunhão, formando um só Deus. 

A Santíssima Trindade é o maior mistério da nossa fé, o qual jamais nós poderíamos ter descoberto pela nossa razão muito menos pela inteligência. Pela razão até poderíamos compreender que Deus existe. Porém, jamais iríamos entender um Deus em três pessoas.

Essa revelação nos foi proporcionado por Jesus que por várias vezes explicou que existe um Pai, um Filho e que o Espírito Santo seria enviado depois da sua ascensão ao céu.

A nós cabe trazer a Trindade para a nossa experiência cotidiana, seguindo o seu exemplo, vivendo o amor autêntico uns com os outros, amor fraterno sem egoísmo, que visa o bem estar do outro, e não o conforto próprio. Ou seja, não exija que as pessoas te amem. Ame-as primeiro... Mas nunca seja possessivo, nem chato, se apegando demais.

Vamos amar os nossos irmãos na prática, começando na nossa família.

Pais amem seus filhos mais do que eles o amam. Lembre-se que amar é doar-se. Doe sua vida aos seus filhos esqueça as ingratidões deles. Faça a sua parte como o fez a Santíssima Trindade por você e por todos. 

Não Exija que seu marido ou esposa o ame. Conquiste-a diariamente, com gesto, carinho e atenção. 

Jovens, quer ter muitos amigos, seja amigo de muitos, seja você o amigo que você espera ter. 

Idosos, não viva se lamentando. Também não se entristeça se as pessoas não lhe dão mais atenção. Fica com Deus, que é a melhor companhia. Não fique com pena de você mesmo.

Pense se não é hora de se redimir de todos os seus pecados, e procurar fazer, todo o bem que puder. Pare com esse mau humor. A velhice não é o fim da vida, mas uma nova maneira de viver.

Ama e você será feliz. O verdadeiro amor é contagioso. 

Nos noticiários vemos notícias sangrentas de homens que não aceitando O FIM DO RELACIONAMENTO, matam a mulher amada. O tipo: SE VOCÊ NÃO FOR MINHA SÃO SERÁ MAIS DE NINGUÉM.

Quem ama não mata! Só mata aquele que se uniu a alguém visando apenas à satisfação pessoal. Isso não é “amor” é um apego egoísta.

Quem ama de verdade, da a sua vida pelo outro. 

Quem ama de verdade, não fica contabilizando o quanto gastou com o irmão que precisou dele. 

Quem ama de verdade, pratica um amor parecido com o amor de Deus. E Deus que vê tudo, nos recompensará. Pois “Quem dá um na Terra receberá cem nos céus”.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

ASCENSÃO DO SENHOR

“Ide e fazei discípulos meus todos os povos. Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”.

Não é uma sugestão, nem um conselho que Nosso Senhor nos dá é uma missão. Missão de ser testemunha da morte e ressurreição de Jesus. Para cumprir essa missão devemos testemunhar o amor de Deus nos ambientes em que vivemos na família, no trabalho, na comunidade. Isso não é fácil, requerem cristãos esclarecidos, que saibam argumentar com os questionamentos que o mundo oferece.

Por isso precisamos fortalecer nossa identidade cristã, procurar fazer retiros, leituras espirituais, ouvir a Radio Aliança as Tvs Católicas, precisamos nos dedicar a conhecer cada vez mais o Cristo que amamos, vivemos e anunciamos.

Antes de subir ao Céu Jesus fundou a sua Igreja para a salvação da humanida e enviou os seus Apóstolos a todo o mundo, dando-lhes este mandato: "Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi". (Mt. 28, 19-20).

A Igreja é chamada para tornar presente Cristo no mundo, pela pregação e pelo Batismo, sacramento que nos faz filhos de Deus e herdeiros do Céu. A ressurreição de Jesus marca o início do Reino de Deus. A construção do Mundo Novo somente começou e exigirá muito empenho de nossa parte. 

Precisamos de um novo Pentecostes, evento que o nosso amado Papa Francisco nos diz que esta prestes a acontecer. Onde sairemos de nosso comodismo para ir ao encontro de todas as pessoas para comunicar como é bom o Bom Deus, como é bom viver em graça. Comunicar que o Cristo é único capaz de preencher nossa vida de "sentido", de "verdade", "amor", "alegria" e "esperança".

Mateus nos diz que "alguns ainda tinham dúvidas" (v.17) talvez isso até nos surpreenda. Como era possível ainda ter dúvidas, sendo que já tinham se encontrado com Jesus Ressuscitado?

Irmãos, a comunidade cristã não é um grupo de pessoas perfeitas. Desde o início da Igreja sempre é assim. Têm fé, mas também têm suas dúvidas. As dúvidas na comunidade dos primeiros discípulos deve ser um motivo de conforto. Nós acreditamos em Cristo, mas ainda temos que conviver com nossas de fraquezas humanas e pecados. Não podemos desanimar, esta é a nossa condição humana, que Jesus veio para transformar e trazer salvação. 

A cada celebração, vamos cheios de alegria ao encontro da santíssima Eucaristia, onde encontramos a força para fazer a vontade de Deus, que é anunciar aos nossos irmãos a Verdade da Palavra que salva, na certeza que o Bom Deus vai conosco, pois ele mesmo nos diz: "Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo". (Mt 28,20). 

O Evangelho de Mateus se encerra com uma frase muito linda de Jesus: "Eis que estou convosco todos os dias até o fim do mundo" (v.20). Esta é a razão da nossa alegria: Jesus não se afastou, não foi para outro lugar, ficou conosco de uma forma diferente. 

Antes da Páscoa ele estava limitado: podia estar somente num lugar e não em outro, podia falar com algumas pessoas, mas ficava distante das demais. Agora para ele todas estas limitações, cessaram; ele está no Pai, por isso está perto de cada um de nós, sempre, em qualquer lugar, em qualquer situação.

Fixemos o olhar em Maria e reconheçamos nela a imagem perfeita da discípula missionária, para que através de seu exemplo possamos ser cristãos mais despojados a anunciar Jesus Cristo, que é Caminho, Verdade e Vida.

sábado, 20 de maio de 2017

QUEM AMA CUIDA

Jesus nos faz várias promessas. Com uma condição: guardar e praticar os seus ensinamentos. "Se me amais, guardareis os meus mandamentos".

Esta é a marca do cristão: a demonstrar o nosso amor por Deus. 

Parece meio óbvio, pois, quando alguém te ama não precisa que te diga, você sabe e sente quando está diante de alguém que te ama. Claro que é lindo receber uma declaração de amor, mas, quando é verdadeira, quando a declaração de amor não vem acompanhada de gestos que manifestem esse amor, é falso é terrível.

Assim também é o nosso amor a Deus, ou esse amor se manifesta na vivência concreta de sua palavra, ou é teórico é falso é terrível. 

Depois como diz o ditado: “Amor com amor se paga”. Que resposta podemos dar ao amor de Deus Pai, que tanto nos amor que nos deu seu Filho Único? Será um amor da boca pra fora, um amor teórico? Ou um amor vivido na radicalidade de nossa vida, conformando nossa vida a sua Palavra e a sua vontade, ou seja, praticando os seus ensinamentos.

Nós só temos a ganhar, basta viver esse amor para ganharmos o Espirito Santo, o defensor, o consolador, doce hospede da alma.

O mundo ao contrário não O recebe, porque não corresponde ao amor de Deus.

Quanto a nós, fiéis ao Evangelho, temos o privilégio de receber o Espírito Santo. Jesus promete que não nos deixará órfãos. Mesmo que a vida nos deixe sozinhos, O Espírito de Deus estará sempre do nosso lado nos fazendo companhia. 

Só tem medo da solidão quem não está com Deus. A solidão apavora aqueles que viraram as costas para Deus.

Claro que não vemos Deus sempre do nosso lado, mas podemos sentir a sua presença o tempo todo. Para que isso aconteça precisamos empenhar em viver segundo a palavra de Deus. Com muita oração, com frequência à eucaristia, e a pratica da caridade, ai com toda certeza Deus estará sempre conosco.

Mais que Vencer a Solidão, quem ama a Deus, não tem medo nem da morte. Pois, para quem ama a Deus a morte não é o fim da vida, mas o encontro com Cristo. Este mesmo Cristo que durante a nossa vida procuramos servir. 

A morte aterroriza aquele que vive no pecado. Mas para aquele que ama a Deus a fé faz a diferença; claro que este também sobre as asperezas da morte, mas suporta, pois sabe que logo terá o seu encontro com Cristo. A morte será o encontro com Aquele com quem falamos diariamente nas nossas orações, aquele a quem fomos caridosos na pessoa do irmão. 

Nas horas difíceis da vida, na hora da dor, da luta, do sofrimento, aquele que se deixa amar por Deus, não desanima. Tem coragem! Não se sente só. Deus está conosco. Jesus nos fez muitas outras promessas, porém, para que possamos recebê-las, precisamos praticar os mandamentos. 

Peçamos a ajuda da nossa Mãezinha: Rogai por nós santa Mãe de Deus, Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Related Posts with Thumbnails